segunda-feira, 28 de junho de 2010

Eu e a noite, nós.






Gosto, brinco, sonho, ando
Acho quem somos
Inspira-me
Faz me refletir sobre o reflexo
do meu erro senil.
na noite saio catando
ás coisas que fiz no espaço do dia.
Fico a planear
E ás reedifico sob uma rocha
Na obscuridade refaço minhas fortalezas
Desenho a esperança no vácuo
Esperando minha prisma assumir o seu lugar
Dentro do ponto há encontro
Eu e a noite que sempre me faças, perde o sono
Para nos mantermos enamorados, noite adentro
Do seu ser atingido apenas pelo o meu seu
Eu e a noite, nós apenas

2 comentários:

  1. Parabéns Dan, tá muito legal esse blog e as postagens tbm! abraço!

    ResponderExcluir
  2. Ah lua...minha eterna confidente...
    Lindo Dan!!

    ResponderExcluir